---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Colonização

Publicado em 04/02/2014 às 09:18

Festa de Colonização no município. Baixar Imagem

Dentre as primeiras comundiades colonizadas encontra-se Dona Luiza, a qual era uma extensa área de pinheiros da espécie araucária.

A maior parte das terras que hoje formam a Comunidade de Dona Luiza, pertencem a Luiz e Luiza Bertoli. Por isso, o nome de Dona Luiza. A Empresa de Terras Bertoli mandou Luiz Corbani com alguns operários para fazerem a primeira derrubada dos pinheiros e construir uma serraria, isto em 1925.

A alimentação era à base de feijão com arroz que era o que retiravam da terra. A caça também era abundante e alguns moradores tinham criação de galinha, suínos e bovinos.

 

Com a derrubada dos pinheiros os índios foram capturados e levados para a reserva de Ibirama. Segundo pessoas que anos mais tarde foram até a reserva, os índios que eram de Dona Luiza, conheciam todos os moradores pelo nome, sem nunca terem tido contato direto com as famílias.

Outra comunidade foi Ribeirão Matilde, que foi colonizada a partir de 1930. Os primeiros moradores vieram em busca de terras férteis para o plantio. Assim também a sede do munícipio, Santo Antônio, São João e Alto Dona Luiza, foram igualmente colonizadas a partir de 1930.

A seguir, estão relacionadas as primeiras famílias que para cá vieram, assinalando o ano e o local de onde vieram e onde se estabeleceram:

 

Período 1925 a 1930:

Famílias Origem Destino
CORBANI, Luiz Ilhota Dona Luiza
VAVASSORI, Pedro, esposa Angela Luiz Alvez Dona Luiza
VAVASSORI, João, esposa Maria Luiz Alves Dona Luiza
RAZINI, José, esposa Angela Rio do Oeste Dona Luiza
PARMA, Antônio, esposa Vitória Jaraguá do Sul Dona Luiza
FEDER, Silvestre e esposa Tereza Luiz Alves Dona Luiza
DEMARCHI, Jacó e esposa Francisca Jaraguá do Sul Dona Luiza
SCHILICKMANN, Antonio Braço do Norte Dona Luiza
SCHILICKMANN, Gustavo Braço do Norte Dona Luiza
SILVERIO, * Braço do Norte Dona Luiza
VARGAS, Antonio F. e esposa Cândida Orleãs Ribeirão Matilde
MOLL, Rudolfo e esposa Ema Ituporanga Alto Dona Luiza
Berschinock, * Sto. Amaro Alto Dona Luiza
Scheffer, * Rancho Queimado Alto Dona Luiza

Período 1931 a 1940:

 

Famílias Origem Destino
MARCELINO, Pedro, esposa Josefa Ituporanga Dona Luiza
STEFFENS, João Pedro Ituporanga Alto Dona Luiza
HEIZEM, João M. e esposa EMA S. Braço do Norte Ribeirão Matilde
ROSA, * Braço do Norte Ribeirão Matilde
SEBOLD, J. Andre, esposa Ana Bügler Ituporanga Santo Antônio
BÜGLER, Pedro e esposa Ituporanga Santo Antônio
MEURER, Oscar J e esposa Adela I. Braço do Norte Sede
FREIESLEBEN, Walter Timbó Alto Dona Luiza
KOLLERT, Franz e esposa Maria Ituporanga Santo Antônio
XAFRANSKI, * Tubarão Ribeirão Matilde
MADALENA, * Norte Ribeirão Matilde
FRONZA, * * Ribeirão Matilde
SANTOS, * Tubarão *
BECKER, Evaldo e esposa Rosa Braço do Norte São Miguel
BACK, * Palhoça São Miguel
SCHULLE, * * *
PEZENTI, João, esposa Brigida Bocaina (Lages) Ribeirão Matilde
KLAUMANN, * * São Miguel
MIRANDA, * Tubarão Ribeirão Matilde
BARTH, Lindolfo Caeté (A. Wagner) Santo Antônio
FERRARI, * * *
SEBOLD, Pedro e esposa Frida Braço Perimbó Santo Antônio
SEBOLD, Carlos e esposa Braço Perimbó Alto Dona Luiza
SCHAEFFER, * Alfredo Wagner *
BROERING, * * *
SEBOLD, Alberto e esposa Braço Perimbó Santo Antônio
ESSER, Daniel P. e esposa Gertrudes * Vila Gropp

Famílias das quais não se tem o registro da origem e do ano de chegada em Atalanta, se estabeleceram em:

Alto Dona Luiza:

JAHN, Carlos e esposa Frida

JAHN, Fernando e esposa Paulina

DORPMÜLLER, Ernesto e esposa Sofia

Dona Luiza:

FONTANIVE, Fortunato e esposa Joana

FONTANIVE, Ricardo e esposa Ester

Ribeirão Matilde:

VOSS, Bernardo e esposa Maria

MEURER, Germano e esposa Guilhermina

São João:

ROHLING, Adolfo e esposa Maria

ENDER, Antonio e esposa Caroline

ENDER, Guilher e esposa Sofia

MEURER, Cipriano e esposa Lolita

CHIQUETTI, Joaquim e esposa Claudina

Santo Antônio:

AILLEN, Francisco e esposa Maria

SEBOLD, Fridolino e esposa Alvina J.

MARTHENTHAL, Karl

SENS, Matias

SENS, Wendelino e esposa Verônica